Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Milagres que não vemos....

Terça-feira, 02.11.21

A vida é um milagre.
Cada flor,
Com sua forma, sua cor, seu aroma,
Cada flor é um milagre.
Cada pássaro,
Com sua plumagem, seu voo, seu canto,
Cada pássaro é um milagre.
O espaço, infinito,
O espaço é um milagre.
A memória é um milagre.
A consciência é um milagre.
Tudo é milagre.
Tudo, menos a morte.
— Bendita a morte, que é o fim de todos os milagres.

Manoel Bandeira.

Publicação original: in Estrela da Tarde (1963)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Maria Oliveira às 13:47

vIVE a tuA viDA!

Segunda-feira, 05.07.21

vIVE A a tua viDA 

Viva sua vida de forma que o medo da morte nunca possa entrar em seu coração.
Nunca incomode ninguém por causa de sua religião:
Respeite os outros em seus pontos de vista, e exija que eles respeitem os seus.
Ame sua vida, aperfeiçoe sua vida,embeleze todas as coisas em sua vida.
Busque fazer sua vida longa e de serviços para seu povo.
Prepare uma canção fúnebre nobre para o dia quando você atravessar a grande passagem.
Sempre dê uma palavra ou sinal de saudação quando encontrar ou cruzar com um estranho em um local solitário.
Demonstre respeito a todas as pessoas, mas não se rebaixe a ninguém.
Quando você se levantar de manhã, agradeça pela luz, pela sua vida e força.
Dê graças por seu alimento e pela alegria de viver.
Se você não vir nenhuma razão para dar graças, a falha se encontra em você mesmo.
Não toque o aguardente venenoso que transforma os sábios em tolos e rouba deles suas visões. Quando chegar sua hora de morrer, não seja como aqueles cujos corações estão preenchidos de medo da morte, e que quando a hora deles chega eles choram e rezam por um pouco mais de tempo para viverem suas vidas novamente de uma forma diferente.
Cante sua canção de morte, e morra como um herói indo para casa.

Tecumseh

Borboletas: 30 curiosidades fascinantes · Anatomia de uma leitora

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Maria Oliveira às 13:48

A Vida é sonho- ( Calderon de la Barca ) - Ariano Suassuna

Terça-feira, 24.11.20

Descobri este poema de um grande poeta da corte espanhola , que viveu no sécXVI, quando assisti a uma palestra do grande Ariano Suassuna, no youtube: Calderon de la Barca; 

Ariano Suassuna (1927- 2014) foi um escritor brasileiro, poeta, romancista, ensaísta, dramaturgo, professor e advogado: O Auto da Compadecida é a sua obra prima; No youtube tem diversas palestras que foi dando pelo seu amado Brasil, que encantam qualquer um;  Foi um grande defensor da lingua portuguesa, simples, humilde e com um humor extraordinário; e neste video recita este poema lindissimo: https://youtu.be/3xrRNJgU32s , que partilho  :

Sobre o poema: La vida es sueño, no original) é uma peça teatral que narra as aventuras de Segismundo, filho renegado de Basílio, rei da Polônia que ao nascer é trancado em uma torre. Seu único contato com o mundo externo é Clotaldo, seu guardião e fiel servo de seu pai.

A vida é sonho

Sonha o rico sua riqueza
que cuidados lhe oferece;
sonha o pobre que padece
na miséria e pobreza;
sonha o que busca a beleza,
sonha o que luta e fraqueza,
sonha o que agrava e ofende
e no mundo, em conclusão,
todos sonham o que são,
coisa que ninguém entende.
Eu sonho que estou aqui
de correntes carregado
e sonhei que em outro estado
como príncipe vivi.
Que é a vida? Um frenesi.
Que é a vida? Uma ilusão,
uma sombra, uma ficção;
e o bem mais belo é medonho,
pois toda a vida é sonho
e os sonhos, sonhos são.

Calderón de la Barca(1600-1681)Frases de Calderón de la Barca. Um poeta da corte espanhola.                        

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Maria Oliveira às 12:39