Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Poesia em Al , que tal ?

Quinta-feira, 31.03.22

Há dias na capital

deu se um desatre fatal

que por ser especial

mereceu ir para o jornal. 

um velho jovial

chamado Manuel Pascoal

ao passar na rua do Arsenal

apanhou com um saco de cal

no parietal;

Atirado com força brutal

começou a sentir se mal

e o seu azar foi tal 

que caiu num lamaçal.

Conduziram -no ao hospital

onde teve desfecho mortal.

telefonaram para o Seixal

de onde ele era natural

informando da fatal

ocorrência acidental .

Veio a familia em geral 

e aí pelas três e tal 

realizou se o funeral,

no cemitério oriental. 

após um balde de cal

o deitaram num coval.

um parente especial 

fez o discurso habitual:

"Aqui jaz Manuel Pascoal

nascido no dia de Natal

e falecido no carnaval 

por causa de um saco de cal

que lhe caiu no parietal.

Era o marido ideal 

se esquecermos o que ia mal

deixa a viuva legal 

e os amigos em geral

na tristeza total.

Pobre Manuel Pascoal

que triste o teu carnaval

fica na paz eternal."

Ponto final 

 

fonte : almanque Missões, 2013- autor desconhecido

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Maria Oliveira às 19:47


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.